quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Empedrado


E de tudo que li e vi, me frusto com a descoberta de que nada foi para mim.
O tempo esclarece algumas coisas e deixa outras obscuras, menino.
E enquanto seus novos amores se deliciam com suas palavras, eu me envergonho em ter acreditado em algo que só existiu aqui.
Dê olá novamente a minha acidez, pois ela sempre te cortejou. Tzzzzz

Um comentário:

  1. Ai as vezes criamos coisas que nao existem né!
    beijos

    ResponderExcluir

À vontade.